moto.com.br
Publicidade:

Acontece

CBM tenta regulamentar lei que isenta impostos para motos

Em Brasília, presidente da Confederação discute projeto que acabará com impostos de motos para competição

09 de May de 2013
Compartilhe este conteúdo:

O presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Firmo Henrique Alves, está em Brasília, para discutir sobre a isenção de impostos na compra de motocicletas e equipamentos utilizados por pilotos profissionais.

O representante da Confederação estará reunido com o senador, Valdir Raupp, e com o Secretário da Receita Federal do Brasil, Carlos Alberto Freitas Barreto, com o objetivo de agilizar a regulamentação da Lei 12.649, de 17 de maio de 2012, que cria incentivos fiscais para a prática do esporte. “Hoje pode ser um dia decisivo para o motociclismo brasileiro. Essa é uma luta antiga que vai beneficiar os profissionais do esporte e a médio prazo até quem está iniciando. Com certeza será uma grande avanço”, explica o presidente da CBM, Firmo Alves. 

Conforme o Art. 8º da Lei, “é concedida isenção do Imposto de Importação e do Imposto sobre Produtos Industrializados incidentes na importação de equipamentos ou materiais esportivos destinados às competições, ao treinamento e à preparação de atletas e equipes brasileiras”.

De acordo com o presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Rondônia (FMR), Reinaldo Selhorst, que é um dos idealizadores da causa, essa é uma luta que já existe há dez anos. “Já realizamos diversas audiências nesse tempo, mas agora estamos otimistas que vai dar certo. O presidente Firmo está muito empenhado para conseguir essa regulamentação e acredito que terá um desfecho positivo”, afirma Selhorst.

Ainda segundo o presidente da FMR, a carga tributária sobre os equipamentos esportivos corresponde a aproximadamente 76.5% do valor pago, o que á considerado abusivo. “É uma absurdo o tanto que se paga de imposto no motociclismo. Se conseguirmos essa regulamentação será um divisor de águas para o esporte”, declara Reinaldo Selhorst.

Para o presidente da CBM, a regulamentação vai impulsionar mais ainda o o motociclismo brasileiro. “Nós temos pilotos muito talentosos, mas se não tivermos condições de ter materiais esportivos de qualidade a um preço acessível será difícil conseguirmos lutar de igual com pilotos de outros países”, explica Firmo Henrique Alves.

A CBM que tem em sua gestão a isenção de impostos como uma das prioridades, criou até um abaixo assinado coletando assinaturas para pressionar a regulamentação da Lei: www.cbm.esp.br/abaixoassinado.php

Foto: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Projeto Motostory e Veteran Motorcycle Clube firmam parceria

Indian apresenta nova Roadmaster Classic nos EUA

Hayabusa's Day RS anuncia encontro 2017 em Porto Alegre

Ducati Mooca leva máquinas italianas para Zona Leste

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

KTM anuncia lançamento da linha de enduro 2017 no Brasil

Segundo ANEF, financiamentos têm queda de 9,9% em 2016

Kawasaki Z900 esbanja potência e oferece pouca eletrônica

BMW F 800 GS Adventure aparece com novos recursos

Lego faz BMW R 1200 GS Adventure brinquedo de gente grande

Honda XRE 300 Adventure ganha nova edição especial

KTM 1290 Super Adventure S, pronta para qualquer aventura

Yamaha CRUX Rev tem motor de 110cc e preço de US$ 900

Head Up Display é a tecnologia de informações no capacete


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras