moto.com.br
Publicidade:

Acontece

BRP anuncia recall para o Can-Am Spyder RT

Bombardier alerta em seu comunicado que o triciclo pode apresentar problema de aquecimento elevado do motor

12 de March de 2015
Compartilhe este conteúdo:

 

A Bombardier Recreational Products Motores da Amazônia Ltda. – BRP Brasil – convoca os proprietários dos triciclos Can-Am Spyder Roadster RT, anos/modelos 2012/2013 e 2013/2013, fabricados entre 23/1/12 e 20/6/13, com números sequenciais de série de DV000001 a DV006534, a entrarem em contato com uma concessionária da marca para agendar, a partir de junho, a troca das peças necessárias.

No comunicado, a empresa informa ter constatado que o veículo, se conduzido em ambientes de alta temperatura (superior a 30ºC) e em velocidade reduzida (abaixo de 20 km/h), poderá ter a temperatura do motor elevada. Com o aumento da temperatura, partes do veículo podem aquecer a ponto de causar queimaduras na pele do condutor, ou até mesmo se incendiar podendo, neste caso, causar lesões graves ou fatais ao condutor e/ou terceiros.

A empresa recomenda que até a reparação, o veículo poderá ser utilizado, desde que observadas as seguintes recomendações de segurança: evitar trafegar em situações de tráfego intenso; após utilização, evitar estacionar em locais fechados, aguarde o resfriamento antes de estacioná-lo; evitar o contato direto com a carroceria e motor quentes e, utilizar vestimentas apropriadas para a condução do veículo.

Para mais informações, a Bombardier disponibiliza o telefone (19) 3783-9600, das 8h às 17h, o email posvendas@brp.com e o site www.mundospyder.com.br.

Com base no Código de Defesa do Consumidor, o Procon de São Paulo ressalta que a legislação estabelece, em seu artigo 10, que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários."

Outra questão importante, que deve ser observada pelos consumidores, refere-se a exigência do comprovante de que o serviço foi efetuado, documento que deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Caso tenha sido comercializado mais de uma vez, o atual proprietário terá o mesmo direito ao reparo gratuito.

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

Foto: BRP/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Yamaha YS 125 na Europa tem visual da moto brasileira

Projeto Motostory e Veteran Motorcycle Clube firmam parceria

Indian apresenta nova Roadmaster Classic nos EUA

Hayabusa's Day RS anuncia encontro 2017 em Porto Alegre

Ducati Mooca leva máquinas italianas para Zona Leste

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

KTM anuncia lançamento da linha de enduro 2017 no Brasil

Kawasaki Z900 esbanja potência e oferece pouca eletrônica

KTM 1290 Super Adventure S, pronta para qualquer aventura

Lego faz BMW R 1200 GS Adventure brinquedo de gente grande

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

BMW F 800 GS Adventure aparece com novos recursos

Honda e Hitachi anunciam parceria para veículos elétricos

Veja as 10 Nakeds acima de 600cc mais procuradas no site


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras