moto.com.br
Publicidade:

Acontece

BMW Motorrad faz recall no Brasil das linhas K e R

Marca alemã diz que convocação é necessária para verificação e possível troca da flange de fixação da roda traseira

10 de April de 2015
Compartilhe este conteúdo:
 
A BMW Motorrad convoca os proprietários das motocicletas modelos K 1200 GT, K 1200 R, K 1200 S, K 1300 GT, K 1300 R, K 1300 S, R 1200 GS, R 1200 GS Adventure e R 1200 RT, fabricadas entre novembro de 2003 e abril de 2011, a comparecerem a uma concessionária autorizada para a verificação e possível substituição da flange de fixação da roda traseira.
 
Segundo a fabricante alemã a medida se dá em razão da possibilidade dos parafusos de fixação da roda traseira, durante os trabalhos de manutenção nos discos de freio ou de troca do pneu/roda, terem sido apertados com torque acima do recomendado, resultando em possíveis rachaduras ou fissuras no flange da roda e consequente possível desprendimento da roda traseira da motocicleta, com risco de acidentes e danos físicos e materiais ao condutor, passageiro e terceiros.
 
O tempo gasto na realização do serviço é de aproximadamente uma hora, dependendo do tipo de serviço a ser realizado. A marca alemã diz que 4.558 motocicletas no Brasil fazem parte deste recall, conforme os chassis não sequenciais abaixo:
 

MODELO

DE

ATÉ

K 1200 GT

ZN71658

ZU97506

K 1200 R

ZN10683

ZN22949

K 1200 S

ZL91383

ZW16232

K 1300 GT

ZW00176

ZW06302

K 1300 R

ZV77278

ZV83655

K 1300 S

ZV65265

ZV74172

R 1200 GS

ZL25376

ZX07616

R 1200 GS Adventure

ZN91046

AZY04599

R 1200 RT

ZM01038

AZW33404

Para mais informações é só ligar para o Serviço de Atendimento ao Cliente BMW (0800 707 3578), de 2ª a 6ª feira, das 8 às 19 horas, ou acessar o site bmw-motorrad.com.br.

Com base no Código de Defesa do Consumidor, o Procon de São Paulo ressalta que a legislação estabelece, em seu artigo 10, que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários."

Outra questão importante, que deve ser observada pelos consumidores, refere-se a exigência do comprovante de que o serviço foi efetuado, documento que deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Caso tenha sido comercializado mais de uma vez, o atual proprietário terá o mesmo direito ao reparo gratuito.

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

Foto: Reprodução



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Husqvarna apresenta linha 2018 de motos para motocross

Motos Ducati Multistrada 1200 fazem segurança do G7

Rota K lança Kawasaki Z 650 no Encontro de Motos de Vinhedo

KTM 390 Duke ABS ganha Edição Especial no Brasil

Nova legislação do Contran não vai proibir baús nas motos

Kibo K150: conheça o lançamento trail para os quenianos

MV Agusta anuncia nova divisão de veículos especiais

Motos SWM Motorcycles chegam ao Brasil com quatro modelos

Kawasaki Z 650 ABS é novidade da marca japonesa no Brasil

Nova legislação do Contran não vai proibir baús nas motos

Flagra da nova Dafra Apache RTR 200 4V em São Paulo

Nova Yamaha R6 ficou mais radical inspirada na R1

Kibo K150: conheça o lançamento trail para os quenianos

LifeMotosBr: CBR 600F - As vantagens de uma quatro canecos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras