moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Abraciclo: Produção de motos recua quase 17% em 2015

No acumulado do ano, foram produzidas 1.262.708 motocicletas

14 de January de 2016
Compartilhe este conteúdo:

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), divulgou nesta quinta-feira (14) um balanço do mercado duas rodas sobre 2015.

Segundo a entidade, em dezembro foram fabricadas 50.633 motocicletas, contra 84.820 unidades em dezembro de 2014, correspondendo a uma retração de 40,3%. Já em novembro de 2015, a produção havia chegado a 74.972, deixando dezembro 32,5% inferior, porém devem ser consideradas as habituais férias coletivas das fábricas do setor no último mês do ano. No acumulado do ano, foram produzidas 1.262.708 motocicletas, 16,8% a menos do que o registrado em 2014 (1.517.662).

As vendas no atacado – para as concessionárias – atingiram 69.253 unidades em dezembro, queda de 39,3% em relação ao mesmo mês de 2014, com 114.104, e leve recuo de 1,6%, quando comparamos com novembro de 2015 (70.398). De janeiro a dezembro foram comercializadas 1.189.933 motocicletas, 16,8% inferior que no mesmo período de 2014, com 1.430.393.

As exportações também apresentaram queda: foram 5.944 unidades em dezembro, ante 6.298 do mês anterior, o que corresponde a uma baixa de 5,6%. Em comparação ao mesmo mês de 2014, houve uma retração de 1,8%. Nos 12 meses do ano passado foram exportadas 69.123 motocicletas, frente a 88.056 unidades em 2014, correspondendo a uma queda de 21,5%.

Ainda em dezembro, com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, foram emplacadas 131.253 motocicletas, volume 24,6% superior ao apresentado no mês anterior (105.371 unidades), porém estes números continuam a ser impactados pela nova regulamentação dos ciclomotores. Em relação ao mesmo mês de 2014 (127.711 unidades), houve alta de 2,8%. No acumulado do ano, a queda foi de 11%, passando de 1.429.692, em 2014, para 1.273.047, em 2015.

Efeito "Cinquentinha"

Por meio da lei 13.154/2015, sancionada em 30 de julho passado, o emplacamento dos ciclomotores passou a ser de reponsabilidade dos Detrans de cada estado, o que impulsionou um crescimento substancial nos números de licenciamento do veículo, que passaram de 17.011 unidades, em 2014, para 64.692, em 2015, significando um avanço de 280,3%. É importante observar também que, em função da nova legislação, muitos ciclomotores que estão sendo licenciados agora chegam a ter dois ou três anos de uso.

Na comparação regional, destaque para o Nordeste, que registrou 36.188 ciclomotores licenciados, em 2015, contra 1.884, em 2014. A região Sudeste, em segundo lugar, apresentou 22.239 unidades frente a 9.960

Diante dos números efetivamente registrados em 2015, o Setor de Duas Rodas ajustou suas projeções para 2016, esperando produção de 1.295.000 unidades, representando alta de 2,5%, venda de 1.220.000 unidades no atacado e
1.280.000 no varejo, além de exportação de 75 mil unidades.

Foto: Mario Villaescusa/Infomoto



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Yamaha YS 125 na Europa tem visual da moto brasileira

Projeto Motostory e Veteran Motorcycle Clube firmam parceria

Indian apresenta nova Roadmaster Classic nos EUA

Hayabusa's Day RS anuncia encontro 2017 em Porto Alegre

Ducati Mooca leva máquinas italianas para Zona Leste

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

KTM anuncia lançamento da linha de enduro 2017 no Brasil

Kawasaki Z900 esbanja potência e oferece pouca eletrônica

BMW F 800 GS Adventure aparece com novos recursos

Lego faz BMW R 1200 GS Adventure brinquedo de gente grande

Honda XRE 300 Adventure ganha nova edição especial

KTM 1290 Super Adventure S, pronta para qualquer aventura

Yamaha CRUX Rev tem motor de 110cc e preço de US$ 900

Head Up Display é a tecnologia de informações no capacete


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras