moto.com.br

Publicidade:

KTM - História

KTM

1934: Hans Trunkenpolz inicia uma oficina de reparos. 1937: A companhia Trunkenpolz inicia suas atividades como revenda de motocicletas da marca DKW.

1937-1950: A empresa continua a se expandir, e se torna uma das maiores empresas do setor automotivo de duas e quatro rodas do norte da Áustria.  1951-1952: O primeiro projeto próprio se inicia: uma motocicleta leve de 98cc, batizada de R 100. 1953: Início da produção em série das motocicletas KTM — uma equipe de 20 pessoas produz três motocicletas por dia. Primeira participação em competições (5º Gaisberg competition: KTM chega em primeiro, segundo e terceiro lugares). A empresa passa a se chamar oficialmente "Kronreif, Trunkenpolz, Mattighofen", sobrenome dos três sócios.  

1954: Entrega da milésima motocicleta e, no mesmo ano, a KTM vence pela primeira vez o Campeonato Austríaco na categoria 125cc.  

1955: Desenvolvimento do modelo 125cc de rua. Primeiras provas em estrada. 1956: Primeira participação no ISDE (Copa do Mundo de Enduro). Egon Dornauer ganha o ouro.  

1957: Maior oferta de modelos, incluindo um modelo Sport  (Trophy 125cc) e o primeiro Scooter (Mirabell). 1958-1959: Erwin Lechner continua vencendo as provas de off-road com o novo modelo KTM de competição, construído pelo engenheiro  Ludwig Apfelbeck.  

1959-1960: A produção de motocicletas é interrompida devido à crise no setor. Mesmo assim, o Scooter Pony é lançado e também a primeira bicicleta motorizada. 1963: Aumenta o número de modelos com a introdução da Comet.  

1964: Começa a produção de bicicletas. Retorno às competições Cross-Country; primeira participação no ISDE com uma equipe de fábrica. 1966-1967: É produzida a Comet de número 10 mil. A equipe oficial da KTM ganha três medalhas de ouro no ISDE realizado na Suécia.  

1968: Produção do modelo Cross-Country Penton para exportação para os EUA. 1970: Início da produção dos motores KTM. Manfred Klerr vence o campeonato nacional Austríaco de Motocross com a nova motocicleta de 250cc recém-desenvolvida.

1971-1972: A fábrica da KTM chega a 400 funcionários.

1973: Produção em série do modelo 250cc (Cross & Enduro).  

1974: A linha de produtos KTM atinge 42 modelos diferentes. Início da produção do modelo Hobby III. Russo Gennadij Moiseev vence o primeiro Campeonato Mundial de Motocross 250cc para a KTM.   1975: Introdução do modelo de rua Comet Grand Prix 125 RS. O piloto oficial KTM Sigi Lerner se torna Campeão Austríaco de Motocross. Alessandro Gritti é o Campeão Europeu de Enduro. G. Moiseev vence seu segundo título  Mundial de Motocross nas 250cc.  

1976: Desenvolvimento do propulsor de 125cc próprio. Sucesso internacional do Team Farioli (dois títulos europeus). 1978: "KTM America Inc." se estabelece em Lorrain, Ohio;a primeira subsidiária nos EUA. Gama de produtos estendida. Terceiro título Mundial de Motocross 250cc para Moiseev.  

1980: Nome da empresa mudado para "KTM Motor-Fahrzeugbau KG". Desenvolvimento intensivo de modelos esportivos (peso baixo, direção precisa). 1981: Produção do primeiro modelo de Motocross de refrigeração líquida. 700 empregados geram uma receita de 750 milhões de Coroas Austríacas; 76% da produção são exportados para 13 países.   

1982: Modelos de Motocross equipados com o novo sistema “Pro-Lever” de suspensão traseira. Desenvolvimento do primeiro motor de quatro tempos com refrigeração líquida.

1984: Início da produção de radiadores. O austríaco Heinz Kinigadner se torna campeão Mundial de Motocross nas 250cc.  

1985: Produção do 100.000º motor KTM (500cc, refrigerado a água, mais de 50 bhp). Heinz Kinigadner vence o Campeonato Mundial de Motocross 250cc pela segunda vez.

1986: KTM se torna o primeiro fabricante a oferecer freios a disco dianteiro e traseiro em seus produtos. KTM vence em todas as categorias no ISDE na Itália.

1987: Começa a produção em série do motor KTM 4 tempos (1 cilindro, 560cc, comando único no cabeçote). Produção de 98.000 radiadores, 93.700 bicicletas, 12.600 bicicletas motorizadas e 10.600 motocicletas.  

1988: Encerrada a produção de Scooters.

1989: Comando acionário da KTM vendido ao GIT Trust Holding Company. Falece Eric Trunkenpolz, um dos fundadores da marca. 1989: KTM e Trampas Parker (EUA) se tornam campeões Mundiais de Motocross 125cc e os irmãos gêmeos Huesser  (CH) são campeões Mundiais na categoria Side-car para a KTM.  1991-1992: KTM Motorfahrzeugbau AG pede concordata; se pide em sucessores independentes para radiadores, motocicletas, bicicletas e ferramentas.  1992: A nova pisão de Motocicletas “KTM Sportmotorcycle GmbH” se inicia sob nova administração, novo conceito de Hard Enduro é introduzido e novos projetos de motocicletas.

1992: Os campeonatos Mundiais de Enduro vão para a KTM com Paul Edmonson (1990-125cc), Peter Hansson (1990–500cc), Jeff Nilsson (1991 e 1992-125cc) e Mario Rinaldi (1992-350cc).

1993: O início do esforço Rally: vitória no Rally Atlas em cinco categorias.   

1994: KTM Sportmotorcycle GmbH passa a se chamar KTM Sportmotorcycle AG.  Número de funcionários: 212. Começa a produção do modelo Duke. 1995: Aquisição da sueca Husaberg AB e compra da holandesa  White Power Suspension. 1995: KTM Sportmotorcycle AG listada na Bolsa de Valores de Viena. Produção de 12.000 motocicletas, faturamento de ATS 1.1 bilhões. Dois títulos no Mundial de Enduro, além de vitórias no Master Rally e Rally da Tunísia. 1996: Produção em série do motor KTM LC4 com partida elétrica. Novas subsidiarias estabelecidas na Alemanha e Suíça. Título de Campeã Mundial de Motocross 500cc com Shayne King, incontáveis vitórias em competições de Enduro e Rally.  

1997: Introdução do modelo LC4 Supermoto para rua e LC4 Adventure, primeira motocicleta estilo Cruising. Fatura de três Campeonatos Mundiais de Enduro: Shane Watts (125cc), Mario Rinaldi (400cc) e Kari Tiainen (500cc). 1998: PDS (Linkless Suspension System) nos modelos 2 tempos, nova geração de motores 125/200cc. Novo design “Z” .  

1998: Construção de uma nova fábrica com centro de Desenvolvimento e Pesquisa. Subsidiária de marketing aberta na Inglaterra. KTM conquista da segunda à 12ª posições no 20º Rally Paris-Dakar. 1999: Em 1º de setembro, início da produção na nova fábrica com os modelos de 4 tempos 400 e 520 Racing. Primeiro motor KTM com lubrificação em separado 125/200cc.  

1999: Abertura de subsidiária de Marketing na Espanha. Fechamento de capital e retirada das ações da Bolsa de Valores. Juha Salminen Campeão Mundial de Enduro (125), Giovanni Sala Campeão Mundial de Enduro Overall, Thierry Magnaldi vence o primeiro Rally World Cup. 2000: Introdução do primeiro modelo KTM de 2 cilindros no Intermot-Munich. Abertura de subsidiária de Marketing na França. Ano excelente para as competições: KTM vence seis Campeonatos Mundiais.  

2000: Títulos no Mundial de Motocross com Grant Langston (125cc) e Joel Smets (500cc), campeã mundial de Enduro com Juha Salminen (125cc), Matteo Rubin (250 4T), Mario Rinaldi (400cc) e  Kari Tiainen (500cc).

2001: Mudança para o novo armazém de peças originais em Mattighofen.  

2001: Conquista em dose quíntupla no Paris-Dakar — vitória de Fabrizio Meoni. Juha Salminen fatura o título de Campeão Mundial de Enduro e James Dobb no Motocross 125cc. 2002: Mudança para a nova fábrica de motores em Munderfing.  

2002: Thierry van den Bosch se torna Campeão Mundial de Supermoto. Fabrizio Meoni vence o Dakar a bordo da nova bicilíndrica 950 LC8. Mais uma vez Juha Salminen vence o Mundial de Enduro 2003: Lançamento da nova 950 Adventure. Apresentação da 990 Duke na feira de Milão. Início do novo Centro de Desenvolvimento em Mattighofen. 70.514 motocicletas vendidas no mundo todo. Receitas de 376 Milhões de euros. 2003: KTM participa do Campeonato Mundial de Motovelocidade na categoria 125cc. Campeões Mundiais KTM 2003: Juha Salminen (Enduro), Steve Ramon (125 MX), Joel Smets (650 MX). Vitória no Rally World Cup para Cyril Després. Campeões nacionais EUA: Grant Langston (125 Supercross), Mike Lafferty (Enduro).

Os modelos de rua atuais estão pididos em cinco categorias: Minimotos (SX 50, SX 65, SX 85), Motocross (SX 125, SXF 250, SXF 450), Enduro (EXC 200, EXC 250 2T, EXC 250, EXCR 450, EXCR 530), Adventure (Adventure 990, Superenduro 950, Adventure 640) e Supermoto (Supermoto 690, Superduke 990).

Confira o site oficial da KTM

Clique aqui para ver anúncios da KTM no MOTO.com.br

Ducati Honda CB 600 F Hornet Motos Usadas Kawasaki Motos Novas Fazer Transalp Fipe Yamaha YZF R1 Suzuki Kasinski Moto Velocidade Srad Sundown Motos CBR Harley Davidson MotoGP BMW XT 660 Tornado 600RR Ofertas Shadow Revista Off Road

Siga-nos

ícone orkut ícone youtube ícone twitter ícone facebook ícone rss